quarta-feira, 30 de abril de 2014

Basta de racismo no trabalho e na vida!

Por Maria Júlia Reis Nogueira e Vagner Freitas

A banana que um torcedor atirou no jogador brasileiro Daniel Alves, do Barcelona, foi apenas mais um dos atos de racismo contra jogadores negros. A reação do jogador, que descascou e comeu a banana, no entanto, repercutiu em todo o mundo e se tornou uma das notícias mais comentadas nas redes sociais.

Crise da água e o sumiço de Alckmin

Por Carlos Neder, no blog Viomundo:

Enquanto o apagão da água é uma dura realidade para a população, devido à falta de planejamento do governo estadual do PSDB, no mínimo causa espanto a assinatura, no final de março, dos contratos de publicidade da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Afinal, apesar de ter anunciado um corte de R$ 900 milhões no orçamento desse ano, justamente por conta da crise da falta de água, o órgão manteve intactos R$ 43,7 milhões para gastar com propaganda.

Somos todos macacos?

Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa:

A atitude do jogador de futebol Daniel Alves, que no domingo (27/4) comeu uma banana atirada por um torcedor do Villareal, durante jogo pelo Campeonato Espanhol, desencadeou uma onda de reações por vários países, que a imprensa repercute ainda na quarta-feira (30/4). Paralelamente, os jornais noticiam que o proprietário do time de basquete americano Los Angeles Clippers, Donald Sterling, foi multado em US$ 2,5 milhões e banido para sempre do esporte, por causa de declarações preconceituosas contra negros.

Dilma não se abala com pesquisas

Por Ricardo Kotscho, no blog Balaio do Kotscho:

Engana-se quem pensa que a presidente Dilma Rousseff tenha ficado abalado com a sua queda nas últimas pesquisas, que animaram o movimento do "volta Lula", às vésperas da abertura do Encontro Nacional do PT, nesta sexta-feira em São Paulo.

Dirceu na Papuda e o crime do PPS

http://pataxocartoons.blogspot.com.br/
Por Renato Rovai, em seu blog:

Bastaram alguns minutos após o término da visita da comitiva formada por integrantes da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) ao presídio da Papuda para que a Folha de S. Paulo publicasse em seu site um vídeo com imagens de José Dirceu. O grupo não tinha, no entanto, a autorização judicial para fazer as imagens. Ou seja, a produção das imagens constitui-se um crime.

A revista Placar e o feminicídio

Por Mariana Serafini, no site Vermelho:

A revista Placar deste mês trouxe na capa o goleiro Bruno, acusado e condenado pela morte de Eliza Samudio. O curioso é a edição estar defendendo o jogador, com cara de vítima, a manchete diz “Me deixem jogar”. A principal matéria da revista conta o cotidiano de Bruno na prisão onde ele afirma que não tem privilégios por ser jogador.

Quem tem medo do Lula?

Por Emir Sader, no site Carta Maior:

Lula incomoda. Basta ele falar sobre algo, que as que se creem “autoridades” deitam falação para contestá-lo, criticá-lo, acusá-lo, denunciá-lo, homenageando-o como a ninguém se homenageia, com sua atenção, sua energia, seu rancor, suas insônias.

1º de maio: a velha luta continua

Por Vito Giannotti, no jornal Brasil de Fato:

Todos sabem que o 1º de maio é o dia da luta pelas 8 horas. Isto foi 130 anos atrás. Naquela época os traba­lhadores não tinham nenhum direito reconhecido. Com muita luta, muitas greves, protestos e manifestações aos poucos a classe trabalhadora arrancou os chamados direi­tos trabalhistas. Não foi mole, não. Precisou muita força e participação de milhares de trabalhadores.

FNDC: Democratizar a democracia!

Por Renata Mielli, no blog Janela sobre a palavra:

A plenária do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), que aconteceu entre 25 e 27 de abril, apontou que é preciso unidade, mobilização social e muita pressão sobre o governo para democratizar a comunicação.

O tema escolhido para a plenária foi "Democratizar a democracia". Mas será que esta "palavra de ordem" faz sentido? E o que a comunicação tem a ver com isso? Vamos um pouco à história:

O contrabando ideológico da mídia

Do blog de Zé Dirceu:

Ao ler os jornais e assistir aos telejornais – principalmente o Jornal Nacional – temos a impressão de que o Brasil está afundando. Parece que nunca estivemos tão mal quanto agora. Tudo é retratado como um caos: a economia, a política, escândalos, a Copa etc.

Ocidente ressuscita a Guerra Fria

FOTO: REUTERS
Por Roberto Sávio, no site Outras Palavras:

Faz várias semanas, agora, que toda a mídia mainstream está engajada em denunciar primeiro a suposta ação de Putin na Crimeia – e em seguida, na Ucrânia. A última capa de The Economist mosta um urso engolindo a Ucrânia, sob o título “Insaciável”. A unanimidade na mídia é sempre constrangedora, porque significa algum ato de dobrar joelhos. Será possível que os quarenta anos de Guerra Fria estejam sendo ressuscitados?

PPS e PSDB partidarizam visita à Papuda

Por Cynara Menezes, no blog Socialista Morena:

Os cinco deputados da Comissão de Direitos Humanos e Minorias que vistoriaram hoje as condições em que se encontra preso o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu não encontraram nada que pudesse ser considerado regalia em relação aos outros detentos da Penitenciária da Papuda, em Brasília.

terça-feira, 29 de abril de 2014

As crises de Alckmin e a mídia

Por Thalita Pires, na Rede Brasil Atual:

O nível do Sistema da Cantareira, a maior fonte de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo, atingiu hoje (29) mais um recorde negativo: está operando com apenas 11% da sua capacidade.

Vai ter Copa. E vamos ganhar

Por Bepe Damasco, em seu blog:

A Copa do Mundo é um grande investimento para todos os brasileiros.

Os únicos investimentos feitos exclusivamente por causa da Copa do Mundo se limitam a R$ 8 bilhões, que são as obras nos estádios. Desse total, o governo federal financiou R$ 4 bilhões, por meio de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O dinheiro volta com juros para os cofres do banco.

Racismo e a "imbecilidade" de Neymar

Por Igor Carvalho, na revista Fórum:

Desde o último domingo (27), a campanha #SomosTodosMacacos, lançada pelo atacante brasileiro Neymar, tem sido alvo dos movimentos e ativistas negros, que rechaçam o mote da ação, que se descobriu ter sido criada por uma agência de publicidade.

Dilma perde 6,7 pontos na pesquisa CNT

Da revista CartaCapital:

A presidenta Dilma Rousseff (PT) perdeu seis pontos percentuais nas pesquisas de intenção de voto, o que poderia levar a disputa para o segundo turno se as eleições fossem hoje, de acordo com pesquisa da Conferência Nacional de Transportes (CNT), em parceria com a MDA, divulgada nesta terça-feira 29. Segundo o levantamento, entre fevereiro e abril, Dilma caiu de 43,7% para 37% e segue na frente dos principais adversários, mas ambos registraram altas - o senador Aécio Neves (PSDB) foi de 17% para 21,6% e o ex-governador de Eduardo Campos (PSB) passou de 9,9% para 11,8%.

STF desmoralizou o próprio STF

http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/
Por Paulo Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:

Você pode discordar da porcentagem utilizada por Lula para definir o que foi o julgamento do Mensalão.

Lula falou em 80% de critérios políticos e 20% de critérios jurídicos.

Merval Pereira, psicanalista da mentira

http://ajusticeiradeesquerda.blogspot.com.br/
Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:

A coluna de Merval Pereira se aventura, hoje, no mundo da psicanálise.

Diz que a labirintite de Lula - será que este desafortunado já teve uma labirintite para ver como é ruim? - tem aspectos “psíquicos”:

As falsas regalias de José Dirceu

Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

A própria filha de José Dirceu, Joana Saragoça, pediu aos deputados que fossem à Papuda conferir se o pai tinha qualquer regalia na prisão. O deputado Nilmário Miranda então organizou uma expedição com vários parlamentares, incluindo da oposição. A maioria dos deputados não viu qualquer regalia.

Lula, Joaquim Barbosa e Chacrinha

Por Paulo Moreira Leite,
em seu blog:

A irritação do STF com as declarações de Lula sobre a AP 470 é compreensível. Ninguém gosta de ser criticado, muito menos por um político - o mais popular do país - que falou palavras claras e duras sobre o julgamento.

Palavras que devem ser compreendidas como uma opinião política, direito fundamental assegurado pela Constituição.

Violência urbana e os dedos nervosos

Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa:

Os jornais de terça-feira (29/4) reproduzem e amplificam o noticiário sobre a violência, que ocupou boa parte dos telejornais na noite anterior. Os pontos de difusão do tema são múltiplos, e incluem o emblemático episódio ocorrido em Santo André, na região metropolitana de São Paulo, onde dois agentes públicos descontrolados realizaram mais de trinta disparos no interior do 2º Distrito Policial, causando a morte do jovem médico Ricardo Assanome e ferimentos em duas outras pessoas.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Barão de Itararé elege nova diretoria

Foto: Felipe Bianchi
Por Felipe Bianchi, no site do Centro de Estudos Barão de Itararé:

A Reunião Anual do Conselho Consultivo do Barão de Itararé, que aconteceu na quinta-feira (24), em São Paulo, reuniu jornalistas, representantes de movimentos populares e lutadores sociais para eleger a nova diretoria da entidade, fazer um balanço do último período e discutir os desafios para intensificar a luta pela democratização da comunicação no país.

PT enfrenta seu momento mais difícil

Por Ricardo Kotscho, no blog Balaio do Kotscho:

No meio do feriadão de 1º de Maio, sexta e sábado, o PT promove seu 14º Encontro Nacional em São Paulo, no momento mais difícil dos seus 34 anos de vida. Não bastasse a enxurrada de problemas enfrentados pelo governo Dilma, tanto no campo político, com rachaduras na aliança, como no econômico, em que os índices negativos se multiplicam, agora surgem sinais evidentes de uma divisão interna, que pode prejudicar não só a reeleição da presidente, mas as chances do partido nas eleições estaduais e seu próprio projeto de poder.

Dilma defende #CopaSemRacismo

Do site Vermelho:

A presidenta Dilma Rousseff elogiou nesta segunda-feira (28), pelo Twitter, a atitude do jogador brasileiro Daniel Alves, que no último domingo (27), em uma partida pelo Barcelona, foi vítima de um episódio de racismo. Alves se preparava para uma jogada, quando a torcida atirou uma banana no campo. O jogador descascou e comeu a fruta.

O jogo de 2014: O PT topa?


O jogo de 2014: democracia social X oligarquia argentária. O PT topa?

A prostração política e ideológica nas fileiras progressistas é talvez o mais grave desafio à reeleição da Presidenta Dilma.

"Mais Médicos" e os ataques a Padilha

Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:

Uma breve pesquisa na internet ajuda a explicar a tempestade que se abateu sobre o pré-candidato do PT a governador de São Paulo, Alexandre Padilha. São Paulo, para quem não sabe, é um dos principais destinos dos profissionais do programa Mais Médicos, implantado pelo pré-candidato do PT durante sua gestão no Ministério da Saúde.

Mídia e o genocídio da juventude

Lula critica "julgamento" do mensalão

Os últimos dias de Getúlio Vargas

Por Maria do Rosário Caetano, no jornal Brasil de Fato:

Getúlio, o primeiro longa-metragem ficcional do cineasta João Jardim, chega aos cinemas brasileiros no Primeiro de Maio, Dia do Trabalhador. A data foi escolhida a dedo. “Nossa intenção” – conta o cineasta, diretor de documentários importantes como Janela da Alma e Pro Dia Nascer Feliz – é lembrar e homenagear as conquistas do trabalhador brasileiro na era Vargas”.

Um alerta sobre o avanço da direita

Do blog de Zé Dirceu:

O jornalista Ricardo Melo publicou hoje na Folha de S.Paulo um artigo com importantes ponderações. Com o título “A direita levanta a cabeça”, ele reúne uma série de fatos para alertar sobre riscos que corremos hoje.

Entre eles, o jornalista trata da protelação da análise do pedido de trabalho externo para José Dirceu.

O contra-ataque dos super-ricos

Por Roberto Savio, no site Outras Palavras:

F. Scott Fitzgerald cunhou uma famosa, “Os ricos são diferentes de você e de mim”. Pronunciou-a em uma época, os primeiros anos do século 20, em que os ricos não estavam sujeitos ao escrutínio público e em geral eram objeto de inveja, não de ressentimento.

Augusto Nunes bajula Aécio Neves

Por Igor Felippe, no blog Escrevinhador:

A TV Cultura é uma TV pública. Ou seja, atende interesses gerais, de uma perspectiva republicana. Ou deveria atender.

No entanto, na última década, a TV sofre acusações de ter sido tomada por um grupo político, passando a atender interesses particulares…

A Rússia e a segunda rainha

Por Mauro Santayana, em seu blog:

Até pouco tempo atrás se acreditava que o xadrez surgiu na Índia, mas novas evidências indicam que foi inventado possivelmente na China, no século III antes de Cristo.

Os russos gostam de xadrez, e a ida do ministro das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, a Pequim, onde se encontrou com seu colega chinês, Wang Yang, e com o próprio Presidente Xi Jinping, em momento decisivo para a questão ucraniana, equivale a atravessar com um peão o tabuleiro e transformá-lo em uma segunda rainha.
 

FNDC tem nova coordenação executiva

Do site do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC):

A XVIII Plenária Nacional do FNDC reuniu cerca de 80 participantes, entre delegados e observadores, na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema (SP), entre os dias 24 e 27 de abril. A entidade reafirmou seu compromisso com a luta por um novo marco regulatório para as comunicações no Brasil e elegeu uma nova Coordenação Executiva, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal para o biênio 2014-2015.

Mercosul, sob fogo cerrado

Por Pedro Paulo Zahluth Bastos, na revista CartaCapital:

O Mercosul foi posto em questão nas últimas semanas. A demora da Argentina em aproximar-se da oferta de liberalização de 90% do comércio do bloco com a União Europeia levou alguns políticos e empresários a defenderem transformar a união aduaneira em uma área de livre comércio. Isso significaria a abolição da Tarifa Externa Comum (TEC) e a liberdade para que cada membro realize acordos comerciais isoladamente, eliminando preferências dentro do bloco.

A democracia não chegou à comunicação

Por Vitor Nuzzi, na Rede Brasil Atual:

O ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social Franklin Martins detecta "crescente mal-estar" da sociedade em relação aos meios de comunicação, setor que, segundo ele, não acompanhou a evolução democrática do país. Ao mesmo tempo, Franklin afirma que a questão deve ser assumida pela sociedade e que é preciso ter "competência política" para formar maioria e realizar as mudanças. "Não adianta botar toda a culpa na Dilma", disse Franklin, durante seminário promovido pela CUT, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, como parte das atividades do 1º de Maio.

A bravata chantagista de Datena

Por Paulo Nogueira, no blog Diário do Centro do Mundo:

Circula na internet um vídeo em que Datena declara solidariedade a Sheherazade e desafia, numa bravata assombrosa, o governo a mexer na publicidade que coloca em seu programa na Band.

É um vídeo que mostra o absurdo que Datena é e a situação ainda mais absurda que cerca as bilionárias verbas publicitárias do governo.

Consumo no Nordeste irrita a elite

Do blog https://dialogospoliticos.wordpress.com
Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:

Dá para perceber certa tristeza no editor do Estadão que colocou o título de “Sudeste deixa de responder por mais da metade do consumo brasileiro” na matéria que mostra que o consumo no Brasil caminha na direção de um ainda distante equilíbrio regional.

O Brasil que não gosta mais da Globo

Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

Olha só. O Cafezinho é veementemente contra qualquer violência contra jornalistas. Até mesmo verbal. Os protestos devem ser direcionados à corporação. Culpar um repórter pela linha editorial da empresa onde ele trabalha é como culpar o operário de uma fábrica pela poluição que ela lança na atmosfera.

Deixo isso bem claro porque após a morte daquele cinegrafista, teve colunista malandro que veio com papinho de que a culpa daquela violência também era de blogs que vem desqualificando “a imprensa independente”.

Muito mais que um tiroteio

Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa:

O assunto entra na pauta comum da violência na região metropolitana da capital paulista, mas a morte do médico Ricardo Assanome, de apenas 27 anos, ocorrida na noite de sábado (26/4) no interior de uma delegacia na cidade de Santo André, merece mais atenção da imprensa do que o mero registro de praxe.

domingo, 27 de abril de 2014

A origem e o significado do 1º de Maio

Por Altamiro Borges

“Se acreditais que enforcando-nos podeis conter o movimento operário, esse movimento constante em que se agitam milhões de homens que vivem na miséria, os escravos do salário; se esperais salvar-vos e acreditais que o conseguireis, enforcai-nos! Então vos encontrarei sobre um vulcão, e daqui e de lá, e de baixo e ao lado, de todas as partes surgirá a revolução. É um fogo subterrâneo que mina tudo”. Augusto Spies, 31 anos, diretor do jornal Diário dos Trabalhadores. 

A nossa República começou em 1984

Por Ricardo Kotscho, no blog Balaio do Kotscho:

Agora, que todo mundo já chama golpe de golpe e não fala mais em "Revolução Democrática de 1964"; agora, que se conta em prosa, verso e imagens como a Campanha das Diretas Já mobilizou o país inteiro na luta pela volta da democracia, nas maiores manifestações cívicas da nossa História, não consigo esquecer daquela madrugada de 26 de abril de 1984, no Congresso Nacional, quando faltaram apenas 22 votos para a aprovação da Emenda Dante de Oliveira.

Erros da Petrobras, de Dilma e da mídia

Por Luis Nassif, no Jornal GGN:

É curiosa a maneira como se desenvolve o jogo de slogans no mercado de notícias.
Com uma exceção, a entrevista de José Sérgio Gabrielli ao Estadão sobre o caso Pasadena bate integralmente com o depoimento de Graça Foster no Senado - ele, ex-presidente, ela, atual presidente da Petrobras.

EUA são colonialistas na internet

Do site Vermelho:

Estados Unidos, Reino Unido e seus aliados têm agido como colonialistas na internet, afirmou Julian Assange nesta quinta-feira (24). O fundador do WikiLeaks participou, por meio de videoconferência, do evento Arena NET Mundial, que teve debates sobre o espaço virtual.

África do Sul: 20 anos pós-apartheid

Por Emir Sader, no site Carta Maior:

Ao mesmo tempo em que comemora os 20 anos da eleição de Nelson Mandela como presidente e o fim do apartheid (24/4/1994), a África do Sul se prepara para sua quinta eleição presidencial, dia 7 de maio. O contraste não poderia ser maior entre a gestão final do regime de apartheid – simbolizado pela figura do Mandela, mais engrandecida ainda com as cerimônias da sua morte – e o descontentamento e o desânimo com as novas eleições presidenciais.

A "coincidência" no ataque a Padilha

pigimprensagolpista.blogspot.com.br
Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:


Um dia após o início das inserções semestrais do Partido dos Trabalhadores na TV (em 23/4) eclodiu a notícia de que a Polícia Federal detectou menção do deputado André Vargas ao pré-candidato ao governo paulista Alexandre Padilha – Vargas disse ao doleiro Youssef que Padilha indicou executivo para o Labogen, laboratório do doleiro usado em lavagem de dinheiro.

Padilha e o assassinato de reputações

pigimprensagolpista.blogspot.com.br
Por Renato Rovai, em seu blog:

Alexandre Padilha e sua candidatura estão sofrendo um bombardeio midiático por conta de seu nome ter sido citado na investigação da PF no caso da investigação do doleiro Alberto Youssef. A citação por enquanto se apresenta como algo solto, sem nenhum indício concreto que tenha resultado em vantagem a partir do ministério da Saúde para os indiciados. Muito diferente do que se tem no caso Alstom-Siemens, onde há confissão de culpa de empresas e personagens centrais do esquema, que citam um cartel operando a partir de interesses de grãos-tucanos do Estado.

A estratégia tucana contra a Petrobras

Por Claudio Puty, no site da Fundação Mauricio Grabois:

Os tucanos passaram oito anos no poder tentando, de todas as formas, privatizar a nossa maior empresa, a Petrobras, criada em 1953 na esteira da campanha nacionalista "O petróleo é nosso". Agora, a pretexto de investigar supostas irregularidades na compra, pela estatal, de uma refinaria em Pasadena (Texas) em 2006, a oposição procura enfraquecer a imagem da empresa, uma das maiores conquistas do povo brasileiro. Essa é a principal função da CPI pedida no Senado.

40 anos depois da Revolução dos Cravos

Por Marana Borges, no site Opera Mundi:

Que o poema seja microfone e fale
uma noite destas de repente às tres e tal
para que a Lua estoire e o sono estale
e a gente acorde finalmente em Portugal
[excerto de Poemarma, 1967]

Esses versos do poeta Manuel Alegre, de 77 anos, estranhamente anteciparam o movimento que, na madrugada de 25 de Abril de 1974, tomaria o Terreiro do Paço e o Quartel do Carmo, em Lisboa, enchendo as ruas de cravos vermelhos e depondo o então ditador Marcello Caetano. Ele substituiu Salazar e se exilaria depois no Rio de Janeiro, trabalhando como professor universitário de Direito. O profético poema, difundido anos antes em fotocópias clandestinas, tornou-se em uma forte poética da mudança.

A nossa cerveja é transgênica?

Por Flávio Siqueira Júnior e Ana Paula Bortoletto, no site Outras Palavras:

Depois da dúvida levantada no texto publicado em Outras Palavras em 28/02/2014, e da grande repercussão das suspeitas sobre possível presença de milho transgênico na cerveja brasileira, nada aconteceu. Ou… quase nada.

sábado, 26 de abril de 2014

Bolsonaro quer disputar a presidência

Da revista Fórum:

Admiradores do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) lançaram no Facebook uma campanha em apoio a sua candidatura à presidência da República. A fanpage, que leva o título de “Jair Bolsonaro Presidente da República – 2014” já conta com mais de 12 mil apoiadores. O deputado colocou o seu nome à disposição do partido para disputar o cargo, embora diga não saber se será referendado pela legenda.

Padilha e o "diálogo" com a imprensa

Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

O PT deveria ter aprendido – com Lula – que esses almoços com representantes da velha mídia não servem pra nada. O então candidato petista foi à sede da “Folha”, em 2002. Lá pelas tantas, o herdeiro do jornal, Otavinho Frias, fez uma insinuação de que Lula não estaria preparado para ser presidente porque não sabia falar inglês. Lula levantou-se e foi embora. O velho Frias (que emprestava carros para torturadores durante a ditadura, mas não era tolo a ponto de confrontar um futuro presidente) saiu andando atrás do candidato, tentando se desculpar pela arrogância do filho.